Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Dallazen é reconduzido ao cargo de procurador-geral de Justiça

Publicação:

Reunião auditório do Ministério Público em Porto Alegre
Posse ocorreu no auditório do Ministério Público estadual em Porto Alegre - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Por Texto: Suzy Scarton Edição: Marcelo Flach/Secom

O governador Eduardo Leite prestigiou, no fim da tarde desta sexta-feira (6/7), a recondução do atual procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, ao cargo no Ministério Público, para o biênio 2019/2021. A posse ocorreu na sede do MP-RS, na avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, e foi sucedida por um jantar na Associação Leopoldina Juvenil.

O procurador-geral defendeu com veemência a instituição que representa. “A corrupção e a incompetência, e não o seu desvelamento e enfrentamento, produziram esse caos em termos de miséria e desemprego. Nossa instituição está sendo vítima da própria eficiência”, declarou, sob aplausos.

Dallazen também garantiu que o processo de construção institucional deve ser contínuo e permanente. “Nossa instituição precisa estar apta e pronta para atender às demandas da sociedade moderna”, explicou, reiterando a importância de uma política séria e de instituições fortalecidas. Dallazen também garantiu ao governador que o MP-RS seguirá trabalhando para auxiliar o Estado a superar a crise.

Fabiano Dallazen em discurso no Ministério Público
“Nossa instituição precisa estar apta e pronta para atender às demandas da sociedade moderna”, disse Dallazen - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Leite ressaltou o profundo respeito que tem pela instituição. “Tenho a certeza de que o MP-RS tem uma atuação destacada e honrada, que serve ao seu propósito institucional de fiador da democracia”, exaltou.

Comentando a disposição que sente em Dallazen para dialogar e para construir caminhos, Leite deu apoio à autonomia das instituições. “A velocidade da vida das pessoas exige que nos ajustemos, e essa rapidez também faz com que as instituições precisem se adaptar. Isso exige diálogo intenso e interação à exaustão para que possamos compreender os novos tempos e entregar os resultados que são cobrados pela sociedade”, explanou.

Leite anunciou a escolha de Dallazen no dia 22 de maio, pouco antes da reunião-almoço Tá Na Mesa, na Federasul, na qual o próprio Dallazen e o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, foram os palestrantes. Ao justificar a escolha, relembrou a postura do procurador-geral, que descreveu como "leal, correta, que defende os interesses da instituição que representa sem deixar de prestar atenção ao cenário como um todo", além de exaltar a capacidade técnica, política e de relacionamento de Dallazen.

Governador Eduardo Leite, o procurador-geral de Justiça Fabiano Dallazen e o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior
Governador Eduardo Leite, o procurador-geral de Justiça Fabiano Dallazen e o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Também tomaram posse os quatro subprocuradores-gerais de Justiça Jacqueline Fagundes Rosenfeld, Assuntos Jurídicos; Benhur Biancon Junior, Assuntos Administrativos; Marcelo Lemos Dornelles, Assuntos Institucionais; e Sérgio Hiane Harris, Gestão Estratégica. Tomou posse, ainda, o secretário-geral do MP, Júlio César de Melo.

Currículo

Fabiano Dallazen é o atual procurador-geral de Justiça do RS. Em maio de 2017, foi escolhido como procurador-geral de Justiça do RS para o biênio 2017/2019. Em maio deste ano, foi escolhido pelo governador Eduardo Leite para ser reconduzido ao cargo para o biênio 2019/2021.

Natural de Carazinho, formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Passo Fundo (UPF). É especialista em Direito Penal e Processual Penal e mestre em Direitos Fundamentais pela Ulbra.

Auditório do Ministério Público
Na concorrida cerimônia também tomaram posse quatro subprocuradores-gerais de Justiça - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Dallazen ingressou no Ministério Público em abril de 1998, tendo atuado nas comarcas de Getúlio Vargas, Soledade e Passo Fundo. Em Porto Alegre, atuou nas promotorias de Justiça de Família e Sucessões, do Tribunal do Júri, Criminal e Especializada Criminal de Combate aos Crimes Tributários.

Além disso, foi coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal e vice-presidente da Associação do Ministério Público no período 2005-2006. Desde junho de 2015, ocupava o cargo de subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais.

Dallazen disputou o cargo com os promotores Márcio Schlee Gomes e Luiz Henrique Barbosa Lima Faria Corrêa. A lista tríplice foi entregue ao governador Eduardo Leite em 20 de maio.

Gabinete do Vice-Governador